sábado, 23 de agosto de 2008

TERRÁRIO

MINI-MUNDO

O terrário, mais conhecido como "experimento de ciências" nas escolas, nada mais é do que a representação limitada (e bem limitada) do nosso ambiente, onde podemos observar, principalmente, o ciclo da água entre os seres vivos.

Mas para que isso seja possível de ser visualizado, é necessário que se utilize materiais transparentes, caso contrário, será visto mais como umas "plantinhas" enfeitando um canto da casa.

Não podemos esquecer que no nosso ambiente existe o ar, o solo, a água, a luz, que junto com os seres vivos, formam o MEIO AMBIENTE. E é este ambiente que simulamos em um terrário. Precisamos que contenha todos estes fatores acima, caso contrário, não observaremos nada além de algumas plantas morrendo ou alguns fungos surgindo.

Embora existam vários modelos de terrários, é super simples e interessante de montá-los, pois pode-se utilizar materiais simples, como garrafas e sacos  plásticos, como também  os mais diversificados aquários de vidro (redondos, quadrados, retangulares etc).

MATERIAIS*:

- 1 vidro de "boca larga" (ou um aquário, ou uma garrafa PET*) com tampa;

- 1 xícara (aproximadamente) de pedregulho, do tipo para aquário;

- 1 xícara de carvão vegetal (ou areia, ou casca de pinus*);

- 3 a 4 xícaras de terra ( se possível a adubada);

- 2 a 4 mudas de plantas diferentes (de acordo com o tamanho do vidro*);

- plástico grosso do tamanho da "boca" do aquário ou do recipiente escolhido;

- 1 xícara de água filtrada.

COMO FAZER

Colocar a pedrinha no fundo, seguida do carvão vegetal (ou areia, ou casca de pinus) e da terra. Fazer um buraco na terra, reservando a terra retirada, colocar a plantinha e repor a terra retirada ao seu redor.

Regar o terrário cuidadosamente e tampá-lo. Colocar o terrário em lugar com claridade média, mas não diretamente à luz do sol.

O terrário não exigirá cuidados especiais, manter-se-á sozinho. A cada semana ou duas, remover a cobertura para que as plantas recebam uma brisa fresca por uns 15 minutos. Elas poderão ser aparadas, se for o caso.

IMGP5495

O terrário ao lado  (de minha propriedade), passa por algumas adaptações, mais a critério de observação. Foi adicionado menos água do que de costume e incluido o termômetro para avaliação da temperatura durante o dia. 
Tampei-o, também, com filme plástico, que tornou a vedação e a visualização bem melhores (prender com elástico também é recomendável, mas sem ele a fixação no vidro foi suficiente). As mudas se desenvolveram pouco, devido à baixa quantidade de água, mas resistiram bem durante este período. Somente nesta semana que foi colocado mais um pouco de água, que é visível na base de pedras vermelhas com um brilho mais intenso.

Fonte: Ensinando a Criança a Amar a Natureza - Ed.Informal (Materiais e Como Fazer - * com adaptações).

Um comentário:

Maricleide disse...

Amei a postagem, pois me esclareceu algumas dúvidas, sou louca para ter um terrário, mais feito por mim, e agora vou realizar este sonho, obrigada.

Bjs cristalinos